top of page

Como a EFT mudou a minha Vida

Eu sou A P A I X O N A D A pela EFT.


Ela mudou C O M P L E T A M E N T E a minha vida!

Emotional Freedom Technique, ou, Técnica de liberação Emocional.

Uma terapia de auto aplicação que libera sentimentos, emoções e crenças limitantes que atravancam nosso dia a dia.

Há muitos anos atrás já tinha sido apresentada à técnica por uma colega, porém, como a maioria das pessoas, achei estranho essa coisa de ficar batendo em pontos, logo, não dei a devida importância.


Aliás, esse é um dos grandes empecilhos iniciais de quem busca EFT, a coisa de bater nos pontos. Tem gente que acha engraçado, estranho ou até sem noção. Mas, nada que não possa ser desconstruído depois de uma primeira liberação emocional. Daí você passa a entender a profundidade do poder dessa técnica.


Eu sou uma buscadora de técnicas e dicas para equilibrar e viver bem e reencontrei a EFT numa época muito difícil, estava muito, muito mal mental, emocional e fisicamente.


Após uma sucessão de projetos que não tinham caminhado como eu gostaria, vivendo momentos turbulentos na família e no trabalho, me via sem saída. Eu queria algo que me trouxesse uma mudança real e profunda de dentro para fora.


Foi quando encontrei o André Lima. Me encantei com os vídeos dele no youtube, imediatamente quis fazer o curso Mente Próspera, porém, não tinha um tostão! Aquilo parecia completamente impossível para mim. Passei semanas assistindo os mais diversos vídeos sobre a técnica e decidi que ia me auto aplicar da melhor forma que eu pudesse para mudar minha situação e conseguir fazer o curso dele. E assim foi, 6 meses depois entrei na turma de outubro de 2015, de lá para cá tudo, absolutamente tudo mudou.


Eu fiz uma varredura de pelo menos 30 anos da minha vida. Embora tivesse entrado no curso para mudar minha situação financeira, fui percebendo que todas as áreas da minha vida estavam intimamente entrelaçadas. Descobri traumas e coisas que nunca imaginei existirem dentro de mim. Comecei a me enxergar de uma nova forma. Minhas dores internas me levaram e desenvolver uma compaixão natural pelas dores dos outros, algo que antes seria impossível devido a minha rigidez emocional, e isso me levou a querer ajudá-los também.


Foi rápido? Em vista de outras técnicas e terapias que levam anos para resolver apenas um trauma, acredito que sim. Foi fácil? Não. Tem dores que carregamos e que nos consomem como veneno, fazer contato direto com elas exige bastante de nós. Alguns processos levei mais de um ano para desconstruí-los e várias vezes pensei em desistir, mas fui percebendo que aquele desconforto que sentia ficava cada vez menor depois de cada liberação, então, escolhi continuar.

Ainda tenho coisas a trabalhar? Sim. Mas agora infinitamente mais light. Não tenho mais vestígios daquela angustia e ansiedade diárias que me sufocavam, da irritabilidade que tirava minha paciência diante das coisas mais simples e de uma sensação absurda de descontentamento com tudo. Tudo isso se foi, fruto da minha persistência em limpar cada canto escuro meu.


E.... valeu a pena! Você não faz ideia do quanto essas dores emocionais pesam e nos puxam para trás ao longo do caminho.


Mas o que é a EFT?

Em inglês - Emotional Freedom Technique -, traduzindo, Técnica de Liberação Emocional, ou, Acupuntura Emocional sem Agulhas. A liberação emocional ocorre quando sintonizamos um problema e batemos em pontos específicos. Esses pontos são os mesmos pontos utilizados pelos profissionais de acupuntura, logo, eles fazem parte dos meridianos, que são os canais energéticos que irrigam todo o nosso corpo de energia e vitalidade.



A EFT foi descoberta e desenvolvida pelo psicólogo americano, Dr. Roger Callahan, que também era praticante da Medicina Tradicional Chinesa e atuava com acupressão e cinesiologia. Inicialmente ele deu nome à técnica de TFT e mais tarde ela foi otimizada e difundida por Gary Craig, recebendo a nomenclatura de EFT.



Os meridianos.

O que posso tratar com EFT?

Eu trato tuuuuuuuuuuuudo!


Mas, você pode usá-la dentro do que achar que ela melhor se encaixa, blz?

Veja as indicações:

- Problemas emocionais em geral como depressão, tristeza, traumas e pânicos;

- Problemas nos relacionamentos;

- Inseguranças, procrastinação, autossabotagem, baixa auto estima;

- Medos;

- Dores físicas, e bota etc nisso!



Entendendo o Funcionamento


Embora você acredite que o físico, o mental e o emocional estejam separados, na Medicina Holística, entendemos que eles são completamente integrados. Logo, tudo que você sente no corpo é reflexo de um sentimento e/ou pensamento associado e os sentimentos e pensamentos que você tem sobre determinada coisa, te causam sensações corporais.


Quando sintonizamos uma situação traumática (falamos ou pensamos sobre ela) e batemos nos pontos ao mesmo tempo, as engrenagens físico-energético-emocional e mental vão lá no banco de dados daquela situação específica, fazem o download de todo o conteúdo cristalizado e os trazem à tona. E nesse momento, passamos a sentir todo aquele conteúdo mental e emocional.

Conforme vamos batendo nos pontos, sentindo e desenrolando o novelo emocional daquela situação, os sentimentos associados aquela memória vão sendo limpos, a intensidade vai diminuindo, as formas mentais cristalizadas vão se dissolvendo e todo o mal estar que aquele trauma emanava, se desfaz.


Porque é importante limpar essas memórias?

Muitas situações que passamos e não conseguimos digerir, viram memórias cristalizadas. E com essas memórias, ficam armazenados seus conteúdos mentais e emocionais. Ao contrário do que você pensa, elas não ficam congeladas e estáticas, elas desenvolvem uma vibração específíca que fica emanando no seu inconsciente e interfere diretamente na forma na qual você interage com a vida. Quando não resolvidas elas se transformam em nós energéticos e futuramente, dores, doenças e mal estares físicos.


Vou dar um exemplo da profundidade disso: normalmente, pessoas que sofrem situações vexatórias como bullying na infância, desenvolvem uma baixa estima por si mesmas. Fica cristalizado no emocional delas, os eventos, o olhar das pessoas, a força das palavras ditas e principalmente as emoções que sentiram, além de todos os mínimos detalhes de cada situação traumática vivida. Como normalmente não há maturidade emocional suficiente numa criança para ela entender o teor das situações, ela acaba por "acreditar" que a forma na qual as pessoas a tratam, é a forma que ela realmente é.


No caso do exemplo em questão, isso faz com que ela desenvolva um sentimento de desvalorização em relação a si mesma. Caso não limpe essas memórias que lhe deram um senso alterado de valor pessoal, ela não conseguirá enxergar nada diferente do que discriminação no olhar e no comportamento das outras pessoas, pois ela tem dentro de si, a crença pessoal de que é rejeitada pelo mundo, alimentada pelas memórias do bullying. Dessa forma, estará sempre se sentindo excluída e rejeitada, mesmo que, hoje em dia todos a sua volta sejam carinhosos e cuidadosos com ela. Não tem a ver com o externo, e sim com o mundo interno dela.


Nesse exemplo do Bullying, limpar toda essa memória traumática é essencial para que a pessoa possa se resignificar, abrindo espaço para que ela descubra seus potenciais verdadeiros, ao invés de viver à sombra de memórias que diziam que ela era algo que de fato nunca foi.

Por quanto tempo eu preciso fazer EFT?


Algumas situações ou crenças, são bem simples e rápidas de limparmos. Porém, alguns processos são mais complexos e pedem paciência e continuidade.


Pensamentos e sentimentos geram comportamentos, a repetição contínua disso ao longo dos anos, criam PADRÕES. Por esse motivo, muitas pessoas não entendem porque não obtém feedback mais rápido com a EFT tanto quanto outras. Acontece que algumas crenças (coisas que acreditamos como verdade), estão mais enraizadas e tem como base muitos acontecimentos ao longo da vida que lhes dão veracidade.


Eu tive dinâmicas bem rápidas, que limpei e instantaneamente me senti diferente. Já outras, eram uma cebola emocional que tive que ir desenrolando até chegar na origem.


Entenda: quanto mais você reforçar (repetir) um comportamento que deseja mudar no dia-a-dia, mais tempo levará para limpá-lo, porém, nada que a prática contínua da EFT não resolva. Ela é muito dinâmica.


É só eu fazer EFT que tudo muda da minha vida?


Não. Ela é maravilhosa, prática e rápida, porém, se você não fizer as mudanças físicas no seu dia-a-dia, ficará correndo atrás do próprio rabo um tempo.

Eu fiz isso. Achava que só fazendo EFT tudo iria mudar na minha vida, então eu fazia hooooras e ficava esperando a mudança. Oi???


É preciso cair dentro, observar os processos internos, como se sente no dia-a-dia, ver o quanto determinada situação mudou, o quanto você se sente em relação à ela, observar se continua cedendo aos mesmos impulsos e como isso acontece. Procure mudar conscientemente (deliberadamente) o máximo de dinâmicas que puder. Toda mudança precisa ser sedimentada com a prática.


Um dos maiores benefícios da EFT é o conhecimento profundo de si mesmo. Ela traz à tona personalidades e aspectos nossos que não fazíamos ideia de existirem: é a aquela criança mimada que toma conta dos relacionamentos, aquele carrasco que nos solapa de cobranças, nossas invejas, orgulhos, preconceitos... Esteja pronto e aberto para conhecer diversas facetas suas e acolhê-las. Só assim, é possível mudar verdadeira e profundamente ao ponto de todo mal estar ir embora e nos sentirmos cada vez mais livres e plenos.


Qual a diferença de se auto aplicar e ter o acompanhamento de um terapeuta?


Se você nunca fez nenhum tipo de terapia, nem nunca entrou em contato com suas emoções, a auto aplicação se torna um desafio porque no início você vai querer racionalizar o que está sentindo, e quando faz isso, não está mais na EFT.


A EFT é emocional, se você não sentir o peso das palavras, a veracidade da crença que está trabalhando, não está fazendo EFT. Também acontece muito da pessoa desembestar a falar sobre a situação, deixando o mental tomar conta completamente, e nesse ponto você também não está mais fazendo EFT. É preciso disciplina e auto observação na hora de fazer e buscar onde está a situação-problema e cair dentro dela sem se distrair.


Mas, com força de vontade e paciência, você consegue. Se você já tem noção do seu mundo interno, vai tirar de letra!


Além do desconhecimento do panorama emocional interno, outras dificuldades que vejo comumente na auto aplicação são:


- A falta de comprometimento em se auto aplicar com constância;

- A dificuldade em reconhecer as crenças e separá-las por área;

- A dificuldade em perceber que existem processos e padrões mais profundos a serem desconstruídos;

- A dificuldade de levar processos até o fim. Tem pessoas que começam a trabalhar uma crença, assim que sentem um pequeno alívio, abandonam. Daí as dinâmicas voltam e elas não entendem porque não tiveram resultado.


Logo, o auxílio de um terapeuta (Facilitador) irá te ajudar a compreender e a se orientar dentro desses processos.


Mas, com ou sem auxílio de um profissional, uma hora você terá que se auto aplicar porque os processos ficam mais rápidos, dinâmicos e na minha percepção, o objetivo é que você se torne independente.


Como eu vim de um processo de mais de 10 anos em terapias e transformações pessoais, não foi difícil ter ainda mais clareza sobre meu panorama emocional interno e guia lo para chegar onde queria. E até hoje me auto aplico.

Quem pode fazer?

Vamos começar por quem não pode fazer: pessoas com problemas neurológicos, doentes mentais e dentro do tempo de experiência que atendo com essa técnica, aprendi que pessoas muito sensíveis não tem resiliência emocional para lidar com ela, por não conseguirem suportar as dores emocionais quando elas vem à tona. E está tudo bem, tem milhões de outras técnicas que elas podem procurar.


Fora isso, qualquer pessoa que não tenha medo de colocar o pé na sua sombra e trazer tudo que está no inconsciente à tona, pode fazer.


Muito importante a se dizer: a EFT trabalha toda, toooooda a negatividade que há dentro de nós. Então, se você acha que não devemos falar, pensar ou sentir coisas negativas, essa não é uma técnica para você. Porque na EFT não existe sentimento ruim ou errado, só existe aquilo que se sente e o objetivo de limpá-lo afim de equilibrá-lo. Se houver julgamento, não há limpeza.

E aí, tirei todas as dúvidas?

Há uma enormidade de vídeos no Youtube sobre a EFT, inclusive os meus! Entre lá, veja os vídeos de como se auto aplicar e experimente. Super vale a pena!

Link do meu canal no Youtube: https://youtube.com/@MonikOrnellas


Forte Abraço e boas liberações emocionais!

Ame-se. Cuide-se.

Bjs, Monik Ornellas


Monik Ornellas é terapeuta corporal há 21 anos,

Aromaterapeuta e Facilitadora de EFT.

Ama o que faz e acredita que o autoconhecimento

é a cura de todos os males.

bottom of page